Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, mais conhecido por Estádio do Pacaembu

O Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, mais conhecido por Estádio do Pacaembu ou simplesmente Pacaembu, é um estádio desportivo localizado na praça Charles Miller, no final da avenida Pacaembu, no bairro do Pacaembu, na região central da cidade de São Paulo, no Brasil. Pertence à prefeitura da capital paulista e pode ser utilizado nas partidas de futebol pela maioria das equipes do município, por meio de pagamento de aluguel. O Sport Club Corinthians Paulista foi a equipe que atuou com maior frequência no local, até a inauguração do seu próprio estádio em 2014. Atualmente, o Santos Futebol Clube ainda utiliza o estádio eventualmente, quando manda seus jogos na capital paulista.

História
O local foi inaugurado em 27 de abril de 1940, com a presença do então presidente da República, Getúlio Vargas, que foi recebido por enorme vaia dos paulistas por não ser benquisto depois do episódio histórico da Revolução Constitucionalista de 1932. A inauguração também contou com as presenças do interventor Ademar de Barros e do prefeito Prestes Maia.
Foi considerado, na época, o maior e mais moderno estádio de futebol da América do Sul, com capacidade para acolher 70 mil pessoas.
No evento de inauguração, além das vaias a Getúlio Vargas, outra manifestação política foi feita pelo público presente. Durante o período da ditadura Vargas, eram proibidas as ostentações das bandeiras estaduais, mas, durante os defiles das delegações que representavam clubes da capital paulista, a do São Paulo entrou ostentando o nome e as cores do time que são as mesmas do Estado de São Paulo. O estádio inteiro e os locutores de todas as rádios, revoltados com a censura, driblaram-na aplaudindo de pé a equipe, o que gerou o apelido de “O Mais Querido” ao clube.
A primeira partida foi disputada um dia depois da inauguração, em 28 de abril de 1940, entre o Palestra Itália, antigo nome da Sociedade Esportiva Palmeiras, e o Coritiba, com vitória da equipe paulistana por 6 a 2. Como o dia foi marcado por uma rodada dupla, logo na sequência, houve uma segunda partida, entre o Corinthians e o Clube Atlético Mineiro, a convite da prefeitura da capital. O alvinegro paulistano venceu o mineiro por 4 a 2.
O Estádio Municipal do Pacaembu leva hoje o nome do “Marechal da Vitória”, Paulo Machado de Carvalho, chefe da delegação brasileira nas vitoriosas campanhas das Copas de 1958, na Suécia, e de 1962, no Chile. E que também foi o fundador da TV Record, dentre outros veículos de mídia , assim como presidente do São Paulo Futebol Clube, por duas oportunidades.
Durante a gestão de Paulo Maluf, a concha acústica foi demolida e no seu lugar construído o “Tobogã”, uma arquibancada com capacidade para dez mil pessoas. Atualmente, a capacidade do Estádio do Pacaembu é de 40.199 pessoas, , distribuídas da seguinte forma: Arquibancada setor amarelo (portão 3): 5.186 pessoas, Arquibancada setor verde (portão 4): 5.226 pessoas, Cadeira Especial laranja (portões 9, 17 e 19): 6.467 pessoas, Setor laranja família (portão 21): 2.447 pessoas, Setor laranja visitante (portão 22): 2.450 pessoas, Numerada setor azul (portões 8 e 20): 2.082 pessoas, Numerada setor manga (portões 8 e 20): 4.364 pessoas, Tobogã lado ímpar: 5.882 pessoas, Tobogã lado par: 5.880 pessoas, Setor tribuna de honra: 47 pessoas, Setor imprensa leste: 42 pessoas, Setor imprensa oeste: 126 pessoas.

Em maio de 1942, o Estádio do Pacaembu recebeu o maior público de sua história. Na ocasião, São Paulo e Corinthians empataram por 3 a 3 para um público de 71.281 torcedores, recorde nunca quebrado. O jogo marcou a estréia do jogador Leônidas da Silva, o “Diamante Negro”, na equipe do São Paulo.
A maior goleada vista no estádio aconteceu em 1945, quando o São Paulo Futebol Clube venceu o Jabaquara da cidade de Santos por 12 x 1.
Clássico entre Corinthians e Flamengo, a última partida oficial do clube paulista realizada no Estádio do Pacaembu em 2014
O Corinthians, que fez sua última partida oficial como mandante em 27 de abril de 2014 no local, é o time que mais atuou no Estádio do Pacaembu. A torcida sempre o considerou como sua casa, uma vez que o campo original da equipe alvinegra, o Estádio Alfredo Schürig (mais conhecido como Fazendinha ou ainda Estádio do Parque São Jorge), concentrou numa parte do Século XX os jogos de menor relevância contra equipes do interior paulista em virtude da capacidade limitada para o tamanho de sua torcida, enquanto o Pacaembu foi o palco da maioria dos jogos da equipe quando ela foi mandante, até a inauguração oficial da Arena Corinthians em maio de 2014.
Além das disputas de futebol profissional, o Estádio do Pacaembu é palco tradicional das decisões da Copa São Paulo de Futebol Júnior, que é organizada pela Federação Paulista de Futebol e é o principal torneio da categoria no Brasil. Disputada desde 1969, a competição acontece tradicionalmente no início de cada ano (em algumas edições, o torneio foi realizado no mês de dezembro do ano anterior), de modo que a final seja disputada, preferencialmente, no aniversário da cidade de São Paulo, no dia 25 de janeiro.

O estádio foi tombado pelo CONDEPHAAT, em 1998, em virtude de seu estilo Art Déco, característico da época em que foi construído.

Conjunto poliesportivo:
Além do campo de futebol, o estádio abriga um conjunto poliesportivo que oferece várias atividades gratuitas para os paulistanos. Fazem parte deste conjunto a piscina, o ginásio de esportes, a quadra externa e ginásio de tênis, a pista de corrida (em volta do gramado), quadras cobertas no vão do Tobogã e uma quadra descoberta. O conjunto há anos recebe as finais das Olimpíadas Estudantis organizadas pela Secretaria Municipal de Educação de São Paulo e pela FEDEESP.

Museu do Futebol:
Desde o ano de 2008, existe no interior do estádio o Museu do Futebol, uma homenagem à cidade onde foi introduzido o esporte bretão no Brasil por meio do paulista Charles Miller – descendente de ingleses e escoceses – e que é homenageado com o nome da praça em frente ao estádio.

Outros Eventos:
Além de competições esportivas, o Estádio do Pacaembu já recebeu inúmeros eventos, desde missas campais, como a realizada pelo Papa Bento XVI, em 2007 , até shows musicais. Dentre os eventos de músicas que passaram pelo local, destacam-se os shows realizados pelos grupos de rock The Rolling Stones, AC/DC, Iron Maiden e Pearl Jam; além de festivais, como o Monsters of Rock, realizado em 1994, 1995 e 1996. Em 1994, o tenor Luciano Pavarotti fez apresentação no local. Em 1993, foi a vez do ex-beatle Paul McCartney. Em 2002, a banda de Funk rock, Red Hot Chili Peppers, trouxe o show da turne By The Way para o pacaembu.

Em 2003, foi palco do show A Festa Dos Seus Sonhos, que comemorou 1 ano do Grupo Rouge.

Em 2004, associação de moradores Viva Pacaembu moveu uma ação judicial para impedir o uso do local para eventos prejudiciais à segurança, ao sossego e à saúde, conseguindo liminar em novembro de 2005 para evitar tais eventos. Em setembro de 2010 o Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão, impedindo que o local seja usado para shows e eventos não ligados ao esporte.

Endereço: Praça Charles Miller – Pacaembu, São Paulo – SP, 01234-010
Capacidade: 40.199
Inauguração: 1940
Telefone: (11) 3664-4650

[TS-VCSC-Google-Maps googlemap_api=”true” maptype=”SATELLITE” mapstyle=”style_default” height=”400″ coordinates=”-23.5455953, -46.66562329999999″ metric=”true” markerzoom=”17″ mobileactivate=”true” mapfullwidth=”true” breakouts=”6″ mapfullwrapper=”false” directions=”true” geolocation=”true” geolayer=”1″ autocomplete=”false” controls_pan=”true” controls_zoom=”true” controls_wheel=”true” controls_scale=”true” controls_street=”true” controls_style=”true” tooltipvisible=”true” markerstyle=”marker” markerinternal=”summercamp.png” markeranimation=”true” markeranimationtype=”drop” margin_top=”20″ margin_bottom=”20″]Endereço: Praça Charles Miller – Pacaembu, São Paulo – SP, 01234-010
Capacidade: 40.199
Inauguração: 1940
Telefone: (11) 3664-4650[/TS-VCSC-Google-Maps]
  
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com