Parque do Ibirapuera

Possui uma área de 1,6 milhões de m² e no seu interior encontram-se importantes prédios públicos, vários museus, planetário e o Pavilhão Japonês, com jardins e lagos característicos. Na área livre há pistas de cooper, quadras esportivas, ciclovia, além de um grande viveiro de plantas. Estão no parque o prédio da Bienal, além do Ginásio de Esportes, o Museu do Presépio, o Museu da Aeronáutica e do Folclore, o Obelisco em homenagem aos hérois de 32 e o monumento às Bandeiras. Considerado uma das mais importantes áreas verdes da cidade, o Parque do Ibirapuera foi inaugurado por ocasião das comemorações do IV Centenário da fundação da cidade de São Paulo em 1954.

A região alagadiça (Ibirapuera (ypi-ra-ouêra) significa “pau podre ou árvore apodrecida” em língua tupi; “ibirá”, árvore, “puera”, o que já foi) que havia sido parte de uma aldeia indígena na época da colonização, era até então uma área de chácaras e pastagens.

Já na década de 1920, o então prefeito da cidade – José Pires do Rio – idealizou a transformação daquela área em um parque semelhante aos existentes na Europa e Estados Unidos da América, como o Bois de Boulogne em Paris, o Hyde Park em Londres ou o Central Park em Nova Iorque. O obstáculo representado pelo terreno alagadiço, no entanto, frustrou a idéia, até que um modesto funcionário da prefeitura, Manuel Lopes de Oliveira, conhecido como Manequinho Lopes, apaixonado por plantas, iniciou em 1927 o plantio de centenas de eucaliptos australianos, cujo objetivo era a drenagem do solo e a eliminação do excesso de umidade.

Finalmente, em 1951, o então governador Lucas Nogueira Garcez institui uma comissão mista – composta por representantes dos poderes públicos e da iniciativa privada – para que o Parque do Ibirapuera se tornasse o marco das comemorações do IV Centenário da cidade.

Finalmente, em 1951, o então governador Lucas Nogueira Garcez institui uma comissão mista – composta por representantes dos poderes públicos e da iniciativa privada – para que o Parque do Ibirapuera se tornasse o marco das comemorações do IV Centenário da cidade.

A comissão foi criada e o arquiteto Oscar Niemeyer passou a cuidar do projeto arquitetônico do lugar. Roberto Burle Marx se responsabilizou pelo projeto paisagístico. O Ibirapuera como conhecemos hoje, foi entregue a São paulo em 21 de agosto de 1954. Atualmente, ele é o parque mais freqüentado de São Paulo e com o maior número de atrações. O visitante pode escolher entre o Planetário, o Museu de Arte Moderna, o Pavilhão da Bienal, o Pavilhão Japonês e o Viveiro, só para citar algumas. Além disso, há várias áreas para atividade física, ciclovia, 13 quadras e playground. E a entrada de cães é permitida.

Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n – Ibirapuera
São Paulo – SP
Fone: (0xx11) 5574-5177
[TS-VCSC-Google-Maps googlemap_api=”true” maptype=”SATELLITE” mapstyle=”style_default” height=”400″ coordinates=”-23.58212, -46.65697799999998″ metric=”true” markerzoom=”17″ mobileactivate=”true” mapfullwidth=”true” breakouts=”6″ mapfullwrapper=”false” directions=”true” geolocation=”true” geolayer=”1″ autocomplete=”false” controls_pan=”true” controls_zoom=”true” controls_wheel=”true” controls_scale=”true” controls_street=”true” controls_style=”false” tooltipvisible=”true” markerstyle=”marker” markerinternal=”administrativeboundary.png” markeranimation=”true” markeranimationtype=”drop” margin_top=”20″ margin_bottom=”20″]
Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n – Ibirapuera
São Paulo – SP
Fone: (0xx11) 5574-5177
[/TS-VCSC-Google-Maps]
  
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com